O Ano da Leitura Mágica

Publicado por aqui em 2011, pela Editora Leya, O Ano da Leitura Mágica é um livro de não-ficção, escrito por Nina Sankovitch.

FullSizeRender

“Queria que os livros respondessem à persistente pergunta sobre o porque deu eu merecer viver. E como eu deveria viver. Meu ano de leituras seria minha fuga de volta à vida.”

O tal ano da leitura mágica é um desafio proposto pela autora a si mesma: ler um livro por dia por 365 dias. O motivo? Uma grande perda na família que a abalou profundamente e a necessidade de se reencontrar. Então, neste relato sobre esse importante ano de sua vida nos deparamos com uma infinidade de histórias que tocam o coração de Nina, e por consequência nos tocam também.

Este foi  primeiro livro que adquiri em um sebo que veio com marcações e anotações das impressões de leitura de seu antigo dono (ou dona, quem sabe?), e tenho que dizer que isso fez bastante diferença ao lê-lo. Chega a ser irônico, ler um livro sobre experiências de leitura com as impressões de outra pessoa marcadas ali nas páginas. Foi bastante interessante esse contato com o livro.

IMG_6876

“Todos os dias terminavam com livros, e a maioria dos dias também começava com livros.”

Nina descreve a relação de sua família com os livros, tanto quanto ela estava crescendo, quanto são agora para seus filhos, e nisso é possível perceber porque esse ano de leituras intensas foi tão importante para ela se restabelecer e aprender a lidar com a morte da irmã.

“As histórias o ajudaram e estavam me ajudando, tanto as do meu pai quanto as contidas em todos os livros que eu estava lendo.”

Não só ler, mas também escrever e relacionar suas leituras com sua vida, foram etapas imensamente importantes nesse doloroso processo que ela enfrentou. Não gosto de dizer que foi uma superação, porque acredito que nunca superamos uma perda tão grande como a que Nina enfrentou; prefiro dizer que foi um reencontro. O reencontro entre a Nina de antes da morte da irmã e a Nina após esse período. Ela mesma diz que se dividiu naquele momento, e eu vejo uma nova pessoa ao fim do livro.

IMG_6877.JPG

“Histórias sobre as vidas relembradas nos levam para o passado ao mesmo tempo em que nos permite seguirmos em frente.”

Sobre a edição física, o livro é impresso em papel pólen, aquele famoso pela cor amarelada, e conta com trechos de livros lidos por Nina ao início de cada capítulo. O tamanho da fonte e o espaçamento entre as linhas é bastante bom, e torna a leitura muito confortável.

Em resumo, vejo essa história como um ode de amor à literatura, assim como um relato que mostra o poder dos livros de transformar vidas.

4estrelas

Anúncios

Deixe aqui um comentário e faça uma pessoa feliz! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s